domingo, 7 de abril de 2013

GUARANÁ QUENTE E ZIG ZAG

Ontem foi um dia daqueles no nosso pedal. Destino, Guaraná quente. Isso significa uma das subidas mais difíceis de se fazer na região para se fazer de MTB. Porem como o dificil nos atrai, lá fomos nós. Com a presença de Waslen, Guilherme, João, Fábio e eu fomos ao desafio. Pedalando de Volta Redonda somente eu e o Waslen encaramos 30 km até o ponto de encontro. Neste trecho contamos com a compania do Cadú que por motivos de compromisso não pode fazer a subida com a gente. No ponto de encontro nos unimos com a galera que veio de carro e de lá ja partimos rumo a serra. No inicio tudo uma maravilha, mas assim que pegamos a primeira subida já pudemos perceber que não seria nada facil. Lama e muita cova de chuva atrapalhou muito o rendimento. Com paradas estrategicas para repor o folego e para reagrupar a galera fomos devagar subindo. Uma paradinha para curtir o visual e comer umas goiabas fresquinhas direto do pé. Mais um pouco de subida ate que chegamos enfim na primeira boa descida. E como tinha lama, nem dava para escolher o melhor caminho. O negocio era segurar firme e tracionar a bike para sair do atoleiro. A vontade de chegar no bar do Gilson era grande, a hora do almoço ja se anunciava e as barrigas já reclamavam. Lá chegando providenciamos aquela coca geladinha e um almoço para repor as energias. Depois do almoço aquele descanso e então seguir rumo a descida do Zig Zag, mas antes uma paradinha no mirante da descida da fazenda 57 para fotos e então depois pegar as trilhas.
Essa é a melhor parte, vale cada sofrimento da subida. A trilha para chegar na descida estava espetacular, já a descida no inicio estava otima mas do meio em diante tinha muita pedra e barro que afundava muito as rodas da bike e exigia um esforço maior para superar. Mas nada demais. Cada um no seu ritmo fomos vencendo cada descida. Felizmente sem nenhum tombo chegamos ao ponto final da trilha. Ali paramos para ver os estragos. Quem sabe bem disso é o João que acabou com seu tenis com tanta lama que enfrentou. Além de seu tenis, o seu desgaste foi tambem maior e como não se sentia muito bem, decidiu sabiamente em ficar em Bananal esperando que o Fábio buscasse o carro no Pouso Seco e o resgatasse. Depois de uma reforçada nas energias em Bananal seguimos até certo ponto com o Guilherme e Fábio. Dali eles foram em direção aos carros e eu e Waslen partimos para Barra Mansa direto sem paradas. Chegamos todos bem e mais um desafio cumprido. Valeu galera pela compania foi bom demais. Aguardem os videos ficaram demais. 
Link do trajeto: http://connect.garmin.com/activity/294582855













Vai uma goiaba ai?





Estava tenso.
Passando pela nascente do rio Barra Mansa.



Se não for assim, não tem graça.













Visual da descida da fazenda 57.




Também temos helicoptero kkkkkkkkkkkkkk



































E ai João, tem jeito este tênis?







3 comentários:

JV Nogueira disse...

BRUTIMAIS!

Renata de Oliveira Silva disse...

Belo passeio Galera Off Road! O barro estava especial! Quero muito voltar lá, um dia, para descer o Zig Zag também!

Grande abraço!

João Bosco disse...

Parabéns amigos!ótimo pedal e belas fotos!!!