sábado, 10 de março de 2012

145 KM POR SANTA RITA DE JACUTINGA, PASSA VINTE E QUATIS

Estava eu afim de fazer um pedal longo. Daqueles de superar a marca dos 120 km. Decidi ir então rumo a Minas Gerais. Um passeio bem tranquilo e legal. As vezes dava um giro mais forte para criar resistencia e outras mais devagar. Uma paradinha na cachoeira de São Pedro para tirar umas fotos e seguir logo para Santa Rita de Jacutinga. Lá uma paradinha na padaria Santa Rita para fazer um lanche e a partir dai começar a melhor parte do trajeto, estrada de chão e belos visuais. Além de belo o local reserva grandes desafios e com a presença do sol escaldante ficou mais dificultoso. De Santa Rita a Passa Vinte tem pelo menos 5 opções de trajeto e dessa vez escolhi a estrada da serrinha. Serrinha só no nome porque é um tal de desse e sobe danado na região. Em todo este trecho, 25 km, há apenas um ponto de água, então é preciso administrar bem sua água pois corre grande risco de ficar na sede. A cada subida um pequeno descanso para aliviar a temperatura e logo que começava a descida era possível ver ao longe a próxima subida. Desanimador mas sempre dizemos que quanto pior melhor melhor, então bora subir morro. Este sobe e desce se repetiu por umas 4 vezes até que então foi possível ver Passa Vinte. Parei para descansar e o sol deu uma trégua, começou até ameaçar chuva neste instante. Resolvi queimar chão rumo a Quatis de onde peguei a via Dutra até Barra Mansa. 
Pedalar é muito bom, ainda mais por belos lugares.
Se quiser fazer esta trilha segue aqui a ROTA.  
Visual da subida da mutuca.

Cachoeirinha de São Pedro.




Abastecendo a caramalhola em minas de qualidade
Estação ferrovia de Santa Rita de Jacutinga - MG. Hoje funciona a rodoviária.




Igreja matriz.






Época de goiabas!!!! Fome ciclista não passa.



Neste trecho a divisa das estradas, a esquerda serrinha e a direita serra da mira.









Ao fundo morro que iria passar.






Estação ferroviária de Passa Vinte - MG.
Igreja matriz de Passa Vinte - MG.

Pedra da carapuça.

Divisa de estados.


Rio Preto dividindo os estados de MG e RJ.

Joaquim Leite.
Altimetria do trajeto.

6 comentários:

GINETAS BIKERS. disse...

impresionante lo bonito que es tu pais...!!! teneis mucha riqueza en paisaje,flora y monumentos historicos.enhorabuena por esa gran ruta.

Laura disse...

Que fotos lindas e que paisagens maravilhosas. Deu saudades de Passa Vinte.
Parabéns pelo pedal.

João Victor Nogueira disse...

Maluco, que disposição! Show as fotos, nem chama pra um pedal bonito desses, é f%$#$!!!!!

Carlos disse...

acBem... Que volta!! E pela quadro da altimetria já vi não foi nada fácil! (já para não falar do calor).

Parabéns, estás em grande forma!!

Fábio Mach disse...

eFala Wiliam, Show de pedal em, você passou bem próximo da fazenda do meu tio Miguel e tia Ana, fica naquele trecho entre Santa Rita e Passa Vinte, tem muito tempo que não vou la, vou arrumar um pedalzinho para lá! abração.

Chris disse...

Show de bola esse pedal!!! Você teria o log do GPS para disponibilizar?