domingo, 1 de maio de 2011

LÍDICE VIA TRILHA DE SANTANA

 Dessa vez me juntei aos amigos de Barra Mansa e o destino era conhecer uma cachoeira proximo a região de Rio Claro, a cachoeira de Santana. Bem cedo seguimos nosso caminho pela atorduante RJ-155. Paramos para abastecer as garrafinhas de agua e logo depois nos encontramos com o Marcelo que nos esperava em Getulandia. Dai até Rio Claro foi um pulo. Paramos para fazer um lanche e ai ficamos sabendo que a cachoeira estava proibido de ir lá. Tristes resolvemos ir até o distrito de Lídice, que ficava no caminho. Lá demos uma pequena volta para ver a igreja do local e em seguida sem perder tempo fomos almoçar. Barrigas cheias paramos em uma sombra para dar aquele descanço. Na volta resolvemos conhecer a preservada estação ferroviaria de Lídice. Mas para nossa surpresa esta estação ficava em um lugar que nem imaginavamos. Atras de um morro há uns 6 minutos do centro de Lídice. Por lá buscamos informaçoes de uma estrada de terra que sairia perto da cachoeira que almejamos. Depois de muito vamos ou não vamos decidimos ir. Que bom! O caminho era show, com um belo visual e hora de matas fechadas grandes subidas e otimas descidas fomos desbravamos o novo caminho. Chegamos numa estrada principal onde chupamos uma mexerica e seguimos rumo ao asfalto. Porem antes cheagamos na cachoeira. Uma cachoeira incrivel que fica escondida atras de uma usina desativada. Depois de muito custo pedimos a mulher que habita no local para tirar uma foto e ela autorizou. É lamentavel que pessoas impeçam o transito de pedestres para conhecer cachoeiras ou outros atrativos naturais. Felizes por ter encontrado então a cachoeira e ainda a fazenda Santana que hoje se encontra com escoras devido ao risco eminente de desabar seguimos morro acima até o asfalto. Onde de lá ate Rio Claro foi um pulinho. Com uma forte descida chegamos logo em Rio Claro. Aqui me despedi do pessoal pois queria chegar rapido em casa pois ainda iria sair. Segui então num ritmo bom enquanto a galera foi fazer seu lanche para depois seguir. Sem demora a acabando de anoitecer cheguei em casa. Espero que toda a galera tenha chegado tambem bem pois provavelmente pedalaram uma parte no escuro. Valew por mais este pedal. Nosso caminho, nova trilha, novo visual... muito bom.
Distancia percorrida: 128 km

Participaram do passeio: Wiliam, Nikson, Sandro e Marcelo.












 Igreja de Lídice.



 Estrada de chão, agora ficou bom!





 Marcelo.
 Sandro.
 Nikson.

 Sem ponte.










 Fazenda Santana.


 Nikson sem capacete.

 Cachoeira casarão onde funcionava a usina.





Igreja de Rio Claro.

5 comentários:

Carlos disse...

A cahoeira é muito bonita mas a foto que eu mais gostei foi esta:

http://2.bp.blogspot.com/-26oQqmrSdgQ/Tb0glNjDwxI/AAAAAAAAJZQ/_ouTwthne_g/s1600/1+%252840%2529.JPG

"Show de Bola" ;-)

Abraço

GINETAS BIKERS. disse...

sois los reyes de los kilometros y de las grandes aventuras.saludos!!!

Lorena Tolomelli disse...

Olá!
Vi o blog de vcs e achei uma foto no bikers brasil de uma trilha zigue-zague. Gostaria de saber se a trilha é em Campos do Jordão, pois preciso de uma imagem dela. Se for, queria saber tb se posso reproduzí-la.

Obrigada!!

OFF ROAD BIKERS disse...

Olá Lorena Tolomelli. Esta trilha é da região de Bananal-SP. Esta que você esta buscando deve ser uma onde ocorre uma etapa do Big biker creio eu. Infelismente dessa descida fico devendo. Obrigado pela visita.

De moto pelo inteRIOr disse...

Olá!
Vocês podem passar as coordenadas para este passeio de bike?
Já fui em Lídice e Rio Claro de moto, pelo meu projeto sobre moto-turismo, mas agora pretendo conhecer estes lugares um pouquinho mais, e de bike.
Desde já agradeço pela atenção e ajuda, um grande abraço, e Deus os abençoe, sempre.